15 de maio de 2008

Guarde seus amigos

DSC00568 Quem tem amigos, é muito mais que milionário. Essa máxima nunca foi tão verdadeira na minha vida quanto nesta última semana.

Quando me dispus a ir viajar, era porque eu posso ir e ver pessoas que prezo muito. Uma delas é Mariana, minha amiga dos trópicos. Numa dessas da internet, começamos a nos falar, e aí, viramos amigos. A milhas e milhas, mas amigos. E por ela conheci pessoas interessantes, como Vanessa, Janete, Alisson, Edson.....

E aí, então, enfim, peguei um avião barulhento e fui. Fiquei hospedado de favor - nós, DSC00573pobres, não  temos grana pra hotel, e nem frescuras - lá, encontrei o que antes eram fotos, mensagens, e-mails e uma voz no telefone; Mariana. A greve de ônibus em Fortaleza ia alta, então uma amiga dela apareceu com o carro, e devo dizer, estou corado de vergonha por não me lembrar do nome dela....

Meu primeiro dia na cidade praiana encheu minha calça jeans paulista de areia. E só toquei nela de novo no dia da minha volta pra casa, uma semana depois. Meu par de botas novas ficaram uma semana sem ver meus pés, que ficaram apenas ás voltas com o chão ou com as sandálias. Apenas minha pulseira ficou exatamente onde fica, e marcou meu pulso ao impedir que uma parte dele recebesse sol.

DSC02029 Fui apresentado á lugares muito interessantes, museus, o Dragão do Mar, a Ponte dos Ingleses, a Praia do futuro e tal... Mas o mais legal foram as pessoas: Duan, Bruna, Juliana, Allison, Edson, Maristela.... uma mais incrível de divertida que a outra. E o sotaque? uma delícia. A turma fala cantado e com sons interessantes. Os ares caipiras daqui serviram para divertir a galera, ás minhas custas, claro...

Ganhei muito mais que fotos, um bronzeado legal em pleno inverno ou coisas que trouxe de lá. GanheiDSC02137 amigos; gente com quem vou poder conversar pelos próximos tempos.

Coisas assim não se ganham sempre. Ainda mais hoje, em tempos de virtualidade, orkut, MSN e solidão. Sair e conhecer pessoas e culturas diferentes da sua abre os horizontes, a mente e o coração, fazendo com que  conheçamos mais a nosso próprio respeito, ao encarar as coisas sob uma nova óptica. Pessoas impressionantes, com histórias impressionantes, e risos e sorrisos o tempo todo. Dei muita risada em minha estada nos trópicos.

Amigo é coisa pra se guardar no lado esquerdo do peito. E me senti muito triste ao ter que voltar pra casa, pro gelo que está aqui no sudeste, onde a vida é muito cara. Rever minha famíla, meus amigos, DSC02163minha moça é muito bom. Mas de saber que um amigo ficou em seu lugar, há milhas e ilhas de distância é consternador.

Ganhei de minha amiga um livro: O Pequeno Príncipe. "Tu te tornas responsável por aquilo que cativas." Sou responsável por um bocado de gente agora, e esse mesmo bocado é responsável por mim.

Ah, que lindo. Mari, muito obrigado.